Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MARIA INÊS ANTUNES

Nutricionista

MARIA INÊS ANTUNES

Nutricionista

Siemens, Engenharia e Saúde de braços dados

por Maria Inês Antunes, em 15.02.16

siemens2.jpg

 

 

A Siemens, uma empresa comprometida com o futuro, tem vindo a explorar e a utilizar a Digitalização como motor de várias áreas que desenvolve: Energia Sustentável, Infraestruturas Inteligentes e Nova Geração de Cuidados de Saúde. O sector Healthcare da Siemens é um dos maiores fornecedores do mundo no ramo dos cuidados de saúde e um empreendedor na engenharia aplicada à saúde, com um papel importante no desenvolvimento de diagnósticos precisos e terapêuticas cada vez mais personalizadas.

 

Há mais de 40 anos a Siemens lançou a primeira tomografia computorizada na Clínica de Todos os Santos, em Lisboa, e actualmente abraça a Missão “Melhores Cuidados para Mais Pessoas”. Este último contributo que vai de encontro a 3 dos 8 compromissos reunidos em 2000, na Declaraçao do Milénio das Nações unidas, adoptados pelos 191 Estados-membros, com o título de Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (OMD). As 3 soluções desta empresa para a concretização de 3 dos 8 ODM são:

 

- para a redução da mortalidade infantil, desenvolveu um cateter ultrafino que permite monitorizar e avaliar as intervenções cardíacas em tempo real em bebés com peso inferior a 5 Kg, que permite monitorizar, avaliar e corrigir em tempo real intervenções cirúrgicas.

 

- para a melhoria da saúde materna, desenvolveu várias tecnologias entre as quais de diagnóstico, como a tecnologia de mamografia com tomossíntese que permite obter uma imagem tridimensional da mama. Podemos encontrar esta tecnologia aplicada por exemplo no Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa.

 

- para combater a SIDA e outras doenças, a empresa enquadra-se no projecto Plano Estratégico Nacional (PEN) com o apoio da ONU, pelo fornecimento de um equipamento de genotipagem ao Instituto Nacional de Luta contra a SIDA.

 

A Siemens aumenta este ano, a nível mundial, o investimento para a Investigação e Desenvolvimento. O financiamento de novas ideias dos seus colaboradores e a parceria com instituições de Research & Development, como as universidades, institutos de investigação e start-ups de todo o mundo, são algumas das estratégias que aplica.

Segundo a mesma, “Um mundo mais feliz começa com um mundo mais saudável. “

 

 

 

Referências:

> Ivan França - A engenharia a levar mais saúde a mais pessoas. INGENIUM. ISSN 0870-5968, nº 150 (2015) 55-56. 

> Siemens Healthcare, Healthcare Financial Management : Journal of the Healthcare Financial Management Association, 2013, 67(2):56-62, 64
 
 
 

FOOD - Fighting Obesity through Offer and Demand

por Maria Inês Antunes, em 12.02.16

FOODeuropeanprogram.jpg

 

O Programa FOOD é um programa europeu destinado à promoção da qualidade nutricional do que é servido nos restaurantes.

 

É um projecto que visa melhorar a qualidade nutricional dos alimentos oferecidos em restaurantes e facilitar a escolha do consumidor através de informação melhorada e de uma maior consciencialização, comunicadas pelos empregadores aos seus funcionários.

 

Esta iniciativa conta, desde 2009, com 9 países dos quais a Bélgica, a República Checa, França, Itália, Espanha, Suécia e mais recentemente com a Eslováquia, Portugal e Áustria.

 

Em 2015, o barómetro do programa FOOD marcou o 4º ano de pesquisas anuais realizadas para entender melhor os hábitos e escolhas alimentares dos clientes e trabalhadores dos restaurantes, nos almoços durante os dias de trabalho. Neste último barómetro verificaram um aumento na escolha de refeições saudáveis pelos clientes de mais de um terço dos restaurantes participantes. Avaliaram também os factores que influenciaram a escolha dos almoços por parte dos seus trabalhadores, concluindo que 40% escolhe o prato com base na sua composição equilibrada, comparativamente com 31% que apontam o preço das refeições como um dos factores decisivos. 

 

O interesse pelas informações nutricionais e as vendas de refeições saudáveis aumentaram significativamente comparativamente ao ano de 2014, e este foi o maior aumento verificado desde o primeiro lançamento dos barómetros, em 2012.

 

Para encontrar os restaurantes que participam neste programa, em Portugal, aceda em restaurant locator.

 

Para ser um restaurante FOOD em Portugal há que cumprir pelo menos 10 das seguintes recomendações:

Sem Título.jpg

 

 

 

1º DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES E RAPARIGAS NA CIÊNCIA

por Maria Inês Antunes, em 11.02.16

Dia Internacional da mulher na ciencia.jpg

Women and Science: mobilising women to enrich European research

(bit.ly/1KHd3Rp)

A beleza, aos olhos da Sports Illustrated

por Maria Inês Antunes, em 09.02.16

Sports Illustrated.jpg

 

A ansiada edição anual da Sports Illustrated, dedica-se à importância das curvas e explora as fronteiras da idade na beleza no formato de publicidade da Swim Suits for All.

É a primeira vez que a revista convida uma modelo plus-size para ilustrar as suas páginas. Ashley Graham tem 28 anos, veste o tamanho 44, é uma das modelos plus-size mais famosas do mundo e defensora de uma atitude positiva em relação ao corpo feminino - "Plus Size? More like my size".

A modelo Nicola Griffin  tem 56 anos e também faz história ao ser a mulher mais velha de sempre a figurar nesta revista. 

 

 

"Moda" ou Evolução científica?

por Maria Inês Antunes, em 05.02.16

gluten.jpg

Um trabalho revolucionário de jornalismo científico que abrange os mitos e as verdades que dominam as novas dietas. 

 

Estou curiosa!

DIETA SAUDÁVEL SEM SER CARA

por Maria Inês Antunes, em 03.02.16

Young woman cutting jewellery on plate with fork and knife, close-up Photo by Serge Krouglikoff on Getty Images

 

 

Comer bem, ou cada vez melhor, e sem gastar uma fortuna. É, ou não, o desejo de todas nós? Hummm… Ora vamos lá ver o que é que a nutricionista Maria Inês Antunes, do Holmes Place das Amoreiras, diz sobre o assunto.

Uma alimentação saudável deve ser moderada, equilibrada, simples e sustentável, para podermos por em prática todos os dias, prevenir o aparecimento de doenças crónicas e elevar o bem-estar. A atitude que temos perante aquilo que comemos reflete não só o nosso estado de saúde como também nos pode ajudar a poupar.

 

Organizar o seu dia ou a sua semana pode fazer a diferença:

 

Tome o pequeno-almoço em casa

Um pequeno-almoço tomado em casa não é tão monótono comparativamente a consumir todos os dias um croissant ou uma sandes mista e um galão no café. Pode variar entre fruta, pão, iogurte, tostas, queijo e cereais e tornar esta refeição mais divertida e apelativa. Faça um porridge (papas de aveia) com frutos vermelhos ou romã ou opte por uma panqueca caseira de quinoa com frutos secos e mel.

 

Reutilize sobras

Congele ou refrigere, para utilizar à posteriori, alimentos que tenham sobrado de uma refeição principal. Pode, por exemplo, fazer pudim de peixes ou empadão de frango com batata doce. Seja criativo!

 

Utilize adequadamente o frigorífico

Ajuste a temperatura do termostato para uma temperatura inferior a 4ºC. O ar frio deve circular por todo o interior e por isso não deve encher o frigorífico para conseguir manter uma temperatura adequada para todos os alimentos. Não misture fruta com legumes na mesma gaveta. Algumas frutas como o pêssego e as ameixas, libertam gases, nomeadamente o etileno, que aceleram o processo de degradação e amadurecimento dos alimentos que estejam próximos.

 

No supermercado faça escolhas acertadas

Planeie as refeições da semana e faça uma lista de compras do que vai precisar. Deste modo quando for ao supermercado vai dirigir-se apenas ao estritamente necessário. Vá às compras depois de uma refeição e não vá ao supermercado com apetite. Evite as compras por impulso que são desnecessárias e quase sempre pouco saudáveis.

Tome atenção ao preço dos alimentos por quilo. Prefira os alimentos frescos e tenha em atenção o custo acrescido dos hortícolas congelados e pré-preparados. Consuma as frutas da época e os vegetais da época Se consumir hortofrutícolas sazonais, compra os mais saborosos e consegue uma melhor relação entre qualidade e preço.

 

Consuma mais sopa

Na sopa pode utilizar uma infinidade de ingredientes e aproveitar partes de vegetais, como os caules, que geralmente são colocados de parte na apresentação de um prato principal. Consumida no início das refeições, limita o consumo da restante refeição, que na maioria das vezes é mais calórica.

 

Leve o almoço de casa para o seu local de trabalho

Reserve o que sobra de uma refeição caseira para o almoço no trabalho do dia seguinte. Se preferir, congele e guarde para uma refeição de outro dia da semana. Acondicione o recipiente numa mala térmica, de modo a manter a temperatura dos alimentos e evitar que sofram alterações.

 

Tenha sempre consigo pequenos snacks saudáveis

Ao invés de comprar um bolo ou ter um pacote de bolachas na gaveta da secretária deve trazer sempre consigo pequenos snacks, como por exemplo os frutos secos, barritas de cereais ou de frutos secos caseiras e fruta fresca. Se levar marmita opte por snacks mais elaborados, que pode preparar em casa, como por exemplo tomate com queijo fresco, cenoura crua ou pipocas caseiras com canela.

 

Utilize as ervas aromáticas que cultiva

Seja numa varanda, num quintal ou numa marquise, haverá sempre espaço para colocar uns vasos com ervas aromáticas. Pode utilizar ervas aromáticas frescas e de confiança à mão e já não terá de as comprar.

 

Beba água da torneira

A água da rede pública é submetida a análises anuais cujos resultados são controlados para cumprirem os critérios de qualidade fixados na legislação portuguesa. A legislação nacional tem fixadas normas para a concentração de certas substâncias dissolvidas na água, que têm de ser estritamente respeitadas pelas entidades distribuidoras de água. Estes parâmetros são fixados pela União Europeia e estão em consonância com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Em Portugal, o Instituto Regulador de Águas e Resíduos (IRAR) é a autoridade competente para os efeitos de controlo. Segundo a Deco, se beber 2 litros de água da torneira ao fim de um ano gasta cerca de 1,75eur.

 

Alimente-se conscientemente

Seja racional com a quantidade de alimentos que coloca no prato e que lhe são favoráveis, de acordo com as suas necessidades energéticas diárias.

MIA

Eu sou a Nutricionista Maria Inês Antunes

por Maria Inês Antunes, em 02.02.16

 

Eu sou a Maria Inês Antunes, sou Nutricionista e uma apaixonada pela alimentação saudável.

 

Maria Inêsii.jpg

 

Desde pequenina que sou curiosa pela cozinha, mas foi durante o tempo de estudante de nutrição que me apaixonei verdadeiramente pelos alimentos, pelas suas propriedades.

 

Não foi dificil escolher um curso com o qual me identifico tão genuinamente. Licenciei-me em Ciências da Nutrição pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz. Iniciei a minha experiência profissional na Maternidade Alfredo da Costa e no Instituto Português de Reumatologia e desde então o meu percurso profissional desenvolveu-se na área clínica. Fui Directora Clínica do Departamento de Nutrição do Health Club Holmes Place Amoreiras e actualmente sou nutricionista da equipa multidisciplinar da Nutribalance.

 

Sopa, Sim-8.jpg

 

Para além da área do desporto e da área materno-infantil, a área da oncologia sempre me despertou e por isso decidi complementar a minha formação profissional com uma Formação Avançada em Nutrição e Oncologia, do Instituto de Ciências da Saúde, da Universidade Católica Portuguesa, que terminei o ano passado. Actualmente estou a frequentar a Pós-graduação em Nutrição em Pediatria, na mesma instituição.

Destaco ainda a minha colaboração num novo conceito de restauração de comida saudável, o Cento e Quatroº. Podem saber mais sobre o mesmo aqui.

O meu mais recente projecto é o meu livro. No mês de Dezembro do ano 2016 editei o Sopa, Sim!

 

 

O meu livro

Sopa, sim!

Neste livro descubra a importância deste prato tão português e a forma de o poder transformar numa refeição saciante e saudável. De sopas quentes a sopas frias e granizados de Verão, sem batata, utilizo uma grande variedade de vegetais sazonais e superalimentos para elaborar receitas diferentes para cada estação. Nestas receitas vai encontrar a coexistência entre tradição e modernidade e uma aposta na sazonalidade e no valor intrínseco alimentar e medicinal. Melhorar o gosto é também uma questão de saúde.

 

Resultado de imagem para mARIA INES ANTUNES

 

Pode encontrar o meu livro na FNAC, na Bertrand, no Corte Inglês, entre outras livrarias.

 

 

O meu blog

Esta é a minha página, que é muito mais do que um blog: é um modo de vida e uma comunidade de e para quem quer ter um estilo de vida saudável.
Aqui vai saber mais sobre os alimentos, reinventar receitas saudáveis e (claro!) saborosas e saber mais sobre nutrição.
Acredita numa vida mais saudável?! Então, acompanhe-me e inspire-se...

Sopa, Sim-25.jpg

 

Na minha consulta..

Invista numa consulta de nutrição e cuide de si!

(Re)aprenda a comer com uma orientação personalizada para o seu objectivo.  

Para mais informações contacte-me: mariaines.sasc@gmail.com

 

 

Espreite ainda


INSTAGRAM @nutri.mariainesantunes

Maria Inês Antunes

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D